Sobre a resignação da perda do amor

Tudo finda, seja bom, seja ruim, seja até mesmo o alicerce da sua existência naquele momento, tudo tem um fim, inclusive o amor. Quando era adolescente não amava pessoas, amava personagens que conhecia na TV e em livros. Eram meus amigos, namorados, mestres e também vilões, afinal há vilões que amamos; pelo menos na ficção. […]