Coincidentemente, depois de escrever antes de ontem sobre a nova economia em torno do open source, hoje trilhei o caminho twitt do Inagakipost do Inagaki – post no Chiqueiro Chique sobre a campanha da Melissa e achei que tinha tudo a ver ;-)

Os blogs e outras express?es on-line menos nobres podem ser considerados um tipo de m?dia open source afinal, a princ?pio, os cada vez mais numerosos sites pessoais s?rios, compartilham seus conhecimentos gratuitamente. Tem gente que gasta mais de uma hora para escrever cada post (eu mesmo fa?o isso de vez em quando) sem ganhar nada.

Acontece que a m?dia tradicional ? incapaz de se equiparar ? m?dia open source tanto em velocidade quanto em qualidade e confiabilidade. Um bom exemplo, tamb?m em uma curiosa coincid?ncia, ? o terremoto de ontem que, quando chegou na TV j? era not?cia velha para twitteiros e outros grupos que est?o sempre cercados por centenas de conhecidos mesmo na solid?o da sua sala com computador. E foi de l? que vieram as primeiras refer?ncias para explicar todo o fen?meno.

Puxa… Hoje estou mais prolixo do que de costume! Afinal o que tem tudo isso a ver com a Melissa? ?, aquela da melissinha com a pochetinha dos anos 80 mesmo! ;-)
Acontece que a, ainda desprezada por muitos, m?dia alternativa e open source dos blogs vem sendo sistematicamente abordada pelas grandes corpora??es do passado para que se torne uma via de an?ncio. H? inclusive alguns esc?ndalos envolvendo isso, o chamado probloging.

Em uma campanha bem clara e sem esc?ndalos a  Melissa convidou diversas personalidades online para divulgar sua nova campanha. Elas s?o todas mulheres e meninas absolutamente comuns a n?o ser pelo fato de j? serem pessoas do s?culo XXI e, portanto, com exist?ncia online (blogs etc.). A campanha ? esta aqui em baixo:


Eu j? fui l? e estou concorrendo a uma viagem para NY com acompanhante, nada mal, n?o ??
Se voc? decidir passar por l? tamb?m escolha uma blogueira que vc costume ler ou indique a amiga do Inagaki do Chiqueiro Chique. O Substantivol?til da Miria Bottan ? legal tamb?m.

Este ? um bom exemplo de como a economia tradicional interagem com elementos do novo paradigma da era do conhecimento.