Mitos se tornam obsoletos.

Quando nossa espcie era mais selvagem o mito do pecado original pode ter sido til, mas hoje ele serve apenas para alimentar a crena de que somos essencialmente maus: d-nos uma chance de fazer o mal e ns o faremos pois somos gerados pelo pecado da carne.

O pecado original um mito que perverte nossa natureza real: ns queremos ser aceitos, queremos nos integrar ao mundo e aos outros.

Somos animais sociais e portanto inclinados naturalmente bondade.

Somente cheios de medo nos refugiamos no orgulho, preconceito e dio.

Deixe-nos livres para viver nossa humanidade em seus prazeres e dores reais e seremos bons, naturalmente bons. Prontos at para o auto-sacrifcio em prol do bem comum pois nenhum prazer se equipara ao de ser parte de uma coletividade.