Minha manh? transformou abruptamente no momento que o sol toca o horizonte antes de mergulharmos nos dom?nios da noite.

O amigo com quem encontrei pessoalmente apenas umas duas vezes, mas com quem atravessei incont?veis batalhas em Azeroth e compartilho causas e posi??es humanit?rias, pol?ticas e filos?ficas foi atingido por um proj?til na cabe?a.

Disparado contra ele gratuitamente em mais um epis?dio de viol?ncia urbana, um assalto aparentemente.

Fosse em Azeroth o amigo paladino seria praticamente imbat?vel.

Se h? a mais vaga possibilidade de poderes das nossas vidas digitais se transferirem para nossas vidas materiais espero que seja o poder de cura.

Pensei em fazer desse post um tipo de conto, uma alegoria da batalha que ele trava agora, sim, tenho certeza que seu esp?rito ? imbat?vel e ele luta para superar o ferimento.

N?o deu. A dureza da realidade ? pesada demais e sinto que seria um desrespeito pint?-la com os tons da fantasia que manterei apenas na imagem que a ilustra.

? verdade que refletimos em nossas vidas em terras virtuais a natureza dos nossos esp?ritos e tentamos trazer esses princ?pios para a vida offline, mas quando a dureza da realidade se atira sobre n?s temos que ter a nobreza de n?o ameniz?-la com a fantasia.

Raiva… N?o tenho raiva dos criminosos. T?o pouco tenho compaix?o, ? claro. O que sinto ? desalento por ainda vivermos atos de viol?ncia assim! Ainda lutarmos por bens materiais desrespeitando a vida. Desalento por ainda n?o termos conseguido construir uma civiliza??o cujos objetivos s?o o conhecimento, o aprimoramento pessoal, a admira??o da nossa diversidade… Todos n?s sabemos o que h? de belo na humanidade, n?o ??

D?i muito mais fundo quando as v?timas da viol?ncia s?o justamente aqueles que mais agiram contra ela, que vigiam e transformam a pr?pria ess?ncia para se tornarem justamente agentes da paz, do conhecimento, da raz?o…

Ah! Amigo paladino… Saia dessa… Ainda temos muitas miss?es para viver juntos… Mais aqui do que l?! Como sempre foi…

Imagem: The Strongest Paladin