At? 2008 o estado do Rio de Janeiro viveu sem os sete bilh?es anuais oriundos do Pr?-Sal que ? um recurso que deveria ser usado para amenizar o impacto ambiental e social da explora??o do petr?leo.

Agora o governo parece ter lido minha cartilha de como manipular as pessoas na Internet para conquistar a mobiliza??o da sociedade para manter esses recursos extras (e vale a pena frisar o extras) no estado.

Tenho questionado o governo (que ? meu “amigo” no Facebook), mas quero deixar claro que considero indiscut?vel que o dinheir fique aqui, mas h? duas quest?es improtantes que devemos levantar:

  1. Devemos dar for?a ao atual governo atendendo seus chamados para mobiliza??o? Ele merece essa demonstra??o de apoio popular? Com isso ele n?o estaria na verdade procurando refor?ar sua for?a pol?tica j? pensando nas elei??es presidenciais (sei que o governador n?o ? candidato, mas ele negociar? seu apoio a algum candidato ? presid?ncia)
  2. Uma vez que os sete bilh?es fiquem no Rio (e provavelmente ficar?o) como eles ser?o usados, como eles tem sido usados?

De acordo com o comunicado do Governo sobre os Royalties do Pr?-Sal hoje o dinheiro ? usado:

“Hoje, o dinheiro dos royalties que cabe ao Estado vai para Rioprevid?ncia, fundo de pens?o dos funcion?rios do Estado, como mandam os manuais. Esse arcabou?o legal garante a seguran?a do pagamento das aposentadorias de hoje e nas pr?ximas d?cadas.”

Isso ? como ele tem sido usado… Provavelmente como continuar? a ser usado. Quem recebe aposentadoria da Rioprevid?ncia? Ex-governadores? Espero que os ex-lixeiros tamb?m, pelo menos sei que eles fizeram por onde merecer.

Dois amigos no Twitter levantaram duas quest?es v?lidas: “N?o ? mobiliza??o popular que resolver? isso, mas troca de favores em Bras?lia” e “N?o tem como o dinheiro sair do Rio e eles sabem disso, mas v?o posar de her?is”

Realmente n?o ? dif?cil imaginar um di?logo entre os protagonistas do tipo “Cara, faz uma emenda ai para puxar os royalties para seu estado que n?o passa mesmo, mas vc fica bem com seus eleitores por ter tentado e n?s com os nossos por termos evitado”. O que acontece nos corredores da pol?tica n?s n?o sabemos e espero que esse di?logo hipot?tico aconte?a apenas em algum enlatado de Hollywood. [antes que me processem, estou apenas dizendo que n?o ? dif?cil imaginar esse di?logo, duvido que tenha acontecido]

O importante ? que, pelo visto, o Rio de Janeiro ? como uma caixa d’?gua com um furo de onde escapam, por exemplo, 5 bilh?es de reais e, em vez de consertar o furo, o governo se aproveita que est? entrando 2 bilh?es a mais para manter tudo aparententemente bem.

A menos que algo esteja sendo feito com essa sobra para tapar o buraco:

  • O RJ est? tomando iniciativas para atrair ind?strias?
  • Temos dado est?mulos fiscais para fortalecer o setor de servi?os que ser? a base da economia no s?culo XX? (ali?s j? ?, d? uma olhada nas 500 da Fortune)
  • Est?o sendo feitos investimentos para aquecer o turismo? As obras dos Jogos Ol?mpicos e da Copa ter?o esse efeito? Obras ? o que falta para o turismo no Rio?
  • O s?culo XXI ? o s?culo do conhecimento, se n?o investirmos em escolas, faculdades e universidades n?o haver? royalties que segurem

Nada disso me responderam, mas espero que, depois que passar a rea??o emocional dos cariocas n?s nos mobilizemos para fazer essas cobran?as.

Se n?o fizermos isso corremos o risco do estado descansar em ber?o expl?ndido por d?cadas congelado no s?culo XX, garantindo sua sobreviv?ncia ao custo do meio ambiente (algu?m ainda lembra daquele papo de aquecimento global que vai submergir as regi?es costeiras?).

Se o Rio depende do Pr?-sal (que n?o existia at? 2008 e poderia jamais ser descoberto) para n?o falir ent?o ele est? sendo mal administrado e empresa mal administrada fracassa, n?o importa quanto dinheiro se d? a ela.

E o governo que n?o sabe administrar nos chama para lhe dar apoio nas passeatas que ele prepara gastando recursos preciosos para fazer sites, alugar trens el?tricos e fazer vastas campanhas publicit?rias.

Voc? vai dar for?a pol?tica a esse governo? Eu n?o…

Aguardarei sinais de que ele, o Governo-RJ, est? usando os recursos para salvar o estado e n?o sua aposentadoria porque eles se aposentam, o Rio n?o…

Outras informa??es

Outras opini?es

Bruno via Facebook:

“Gente, eu ainda sou contra que qq imposto sobre mercadoria fique no estado de origem. Isso concentra renda. N?o tem nada a ver com mal uso da verba, nem tem a ver com mandar para a Uni?o repassar. A proposta atual passa DIRETAMENTE uma peda?o para cada estado, fora a parte q vai pra Uni?o. Tem que ser assim para fazer a riqueza girar pelo pa?s. Mesmo que houvesse royalties ZERO, o RJ ainda seria beneficiado economicamente pelo petroleo. Maca? continuaria se beneficiando de ser a base de varias empresas, gerando emprego e cobrando outros impostos delas. O ponto ? que se n?o mudar, s? a uni?o e os estados produtores vao se beneficiar do Pre Sal. ? muito dinheiro para ficar apenas em 3 Estados, q n?o por acaso s?o dos mais ricos do pa?s. N?o ? concentra??o dos #royalties!”