Voc? j? ouviu falar em Esther Hicks, em pe?a e ser? atendido ou no filme The Secret? O maior fen?meno de auto-ajuda at? hoje?

Bem, assisti o filme,estou lendo o livro.

Tem uma mat?ria que saiu no Alternativa Sa?de:

 

Para quem chegou aqui e n?o me conhece devo avisar que eu n?o sou o tipo de pessoa que gosta de auto-ajuda. Na verdade creio que h? muita crendice vazia e supersti??o por tr?s da maioria destas obras e isso me incomoda. Sou um humanista e acredito em l?gica e em ci?ncia. No entanto tamb?m n?o sou um c?tico patol?gico e tenho a humildade de saber que devo estar errado em muita coisa.

Pois bem, dito isso eu gostaria muito de falar muito sobre as premissas do paradigma trazido pela obra de Ester Hicks ou Abraham se preferir.

Infelizmente acho que esse n?o ? um espa?o adequado para grandes textos ent?o serei sucinto. Talvez escreva um artigo longo quando acabar de ler o livro “Pe?a e ser? atendido”.

Sinto-me meio estranho ao elogiar um filme que come?a com uma dramatiza??o meio boba de um segredo ancestral e que ? baseado em um livro psicografado e assinado por uma intelig?ncia coletiva que se auto-denomina Abraham.

Acontece que, abstraindo estas “falhas” (que podem ser qualidades para muitos) o pensamento de Ester Hicks ? muito interessante em v?rios pontos.

  • No lugar do caminho da dor comum a muitas religi?es ela parece sugerir um caminho da harmonia ou de um tipo de experi?ncia de integra??o que se traduz em tranqulididade, confian?a, alegria e outros sentimentos agrad?veis;
  • ? comum, na religiosidade moderna, considerar que recebemos favores dos deuses se nos submetemos a eles, para Ester Hicks ? a nossa capacidade de concentrar nosso pensamento nos objetivos que est?o de acordo com as nossas potencialidades que nos coloca em sintonia com o que quer que seja;
  • Ela parece se referir ao Universo como um sistema que produz consci?ncia e emana consci?ncia. Algo que, retirando o misticismo e equ?vocos na an?lise da f?sica qu?ntica comuns nessas obras, vem ao encontro de uma transforma??o de paradigma que considero parte da transi??o para a sociedade do conhecimento e j? se denuncia popularmente em obras como Sandman de Neil Gaiman ou Fronteiras do Universo de Philip Pullman al?m, claro, de alguns estudos que podem ser verificados no MIT Opencourse.

Resumindo, por incr?vel que pare?a, creio que atr?s do misticismo do livro de Esther Hicks e da aparente simplicidade do filme O Segredo (The Secret) h? dicas muito ?teis para nos movermos do estado de s?ndrome do p?nico para o tipo de atitude mental positiva que nos permite encontrar solu??es para os nossos problemas em vez de nos entregamos a eles em desespero.

Atualizando em 19/04/2010

No ano passado descobri o livro O Segredo para Realizar seus Sonhos, de Aldo Novak que, francamente, me parceu muito mais coerente e ?til que o filme ou os livros.