Politicamente correto: ter respeito e empatia evitando na linguagem comum expresses ou piadas que causem sofrimento aos outros.

Politicamente incorreto 1: liberdade para ironizar as incoerncias da nossa cultura atravs de piada ou linguajar inadequado.

Politicamente incorreto 2: a prtica do assdio moral contra aquilo que diferente de ns ou semelhante a uma caracterstica nossa que rejeitamos; perversidade.

O desgaste emocional que todos ns sofremos em um mundo que est cheio de sistemas falidos que nos "trollam" o tempo todo e acaba nos tornando meio psicopatas, meio insensveis, meio incapazes de ter empatia.

Ai vem a necessidade de ser politicamente incorreto no sentido perverso da expresso que mais ou menos "ter o direito de maltratar os outros por seus supostos defeitos como gordura, cor, sexo, inteligncia…"

s uma "sacanagenzinha" amistosa entre amigos, to comum, n?

Devemos nos perguntar se h algo errado conosco quando nosso conceito de brincadeira implica em diminuir ou at humilhar nossos amigos.

A "brincadeira" do politicamente incorreto tambm se estende aos desconhecidos afastando-nos uns dos outros afinal no desenvolvemos empatia pelo que ridicularizamos.

Houve tempos em que as mulheres no podiam trabalhar, tinham que aturar caladas as traies dos maridos… Naquele tempo os "politicamente incorretos" tambm faziam piadas e, quando as mulheres ficavam p, se tornavam violentos…

Estamos inseridos em nosso perodo histrico e todos podemos acabar nos entregando perversidade do politicamente incorreto quando tudo que queramos era o politicamente incorreto subversivo que desconstri o que est com defeito abrindo espao para o novo.