Equanto voc? caminha ou corre em um cal?ad?o em seu bairro todas as ideias, todas as cren?as, medos, ?dios e sonhos que algu?m j? teve est?o se repetindo em algum lugar perto de voc?, e isso ? bom!

Temos a tend?ncia de achar que o mundo ? como o vemos, o mundo ? como ? visto pelo somat?rio de todas as consci?ncias humanas.

Aquela pessoa que passou por voc? a pouco est? prestes a descobrir a f? profunda em um deus, outro sentado no bar se deslumbra com o Universo de outra forma, sendo ateu. Os adolescentes andando andando tarde da noite tem o cora??o acelerado de quem ainda n?o sabe como dizer que ama, que tem desejo. Talvez n?o t?o perto, mas em algum ponto do planeta uma menina de 6 anos ? jogada no mundo da prostitui??o e passar? toda sua vida em uma cidade de barracos mal constru?dos servindo homens indelicados.

Numa sala bem iluminada homens (e nenhuma mulher) brancos se re?nem para pensar em como fazer mal a negros, em um bar no outro lado da rua um grupo festeja o direito tardiamente conquistado de pessoas do mesmo sexo poderem se casar e, diante da TV algu?m aperta o bra?o da poltrona excitado com o discurso de ?dio de algum pol?tico fundamentalista e repleto de preconceitos.

E tudo isso ? saud?vel.

Algumas coisas n?o s?o saud?veis para os indiv?dous que vivem sob tais preceitos, mas uma das riquezas da humanidade ? a capacidade de manter vivas todas (ou quase todas) as formas de cultura, de princ?pios morais. Tanto do passado quanto do futuro pois, certamente, j? h? pessoas vivendo pelos princ?pios morais que nortear?o a humanidade em 300 ou mesmo 500 anos, e essas pessoas nem sabem disso! Provavelmente se sentem deslocadas, erradas… E est?o pois a ideia certa no momento errado ? uma ideia errada. No m?nimo pode levar ? arrog?ncia que ? uma das mais tristes manifesta??es de falta de empatia.

Uma civiliza??o sem empatia ? uma civiliza??o primitiva.

Por isso ? t?o importante entender que a nossa forma de ver o mundo ? uma das formas, nem certa nem errada, nem moderna, nem antiga, nem precoce, ? uma das vis?es que constroem o mosaico de culturas, ideias, cren?as e princ?pios que ajudar?o a tecer os fios que nos conectam transformando indiv?duos em grupos, grupos em tribos, tribos em bairros at? construir uma civiliza??o que um dia brilhar? como Asgard.