Depois de ler (no Facebook) o texto Estar s? n?o significa solid?o tive que deixar um longo coment?rio que merecia um espa?o mais nobre que a timeline do Facebook.

O problema da solid?o e da individualidade em contraposis?o com amizades virtuais (seja no ambiente online ou no offline) s?o alimento para muita frusta??o e depress?o.

? uma confus?o danada.

Hora as pessoas acusam o contato por telefone, skype, Facebook, Twitter e outros de afastar as pessoas (se usassem essas ferramentas perceberiam que elas s?o justamente ferramentas para aproximar emocional, intelectual e fisicamente).

Hora reclama-se que n?o d? tempo para se relacionar com as pessoas offline porque est? se relacionando s? online…

? claro que tem algo errado… ? com as ferramentas?

Bem, segue o coment?rio que deixei no FB

Sempre digo que um dos maiores desafios para o humano moderno ? aprender a lidar com a sobrecarga de informa??es e de est?mulos.

Isso sempre existiu, mas naturalmente cresce exponencialmente conforme os memes v?o superando os genes na disputa da evolu??o.

Mas acho que as coisas se embolaram um pouco no seu texto.

A oferta f?cil de contatos faz das redes sociais online um ambiente que favorece quem tem problemas com relacionamentos mais profundos, ? como as boates da d?cada de 80 onde proliferavam amizades virtuais.

No entanto fica ao encargo de cada um escolher sua turma, o problema n?o s?o as redes sociais, ? o medo e a falta de perspectiva das pessoas que acabam buscando s? o superficial.

Tem os solit?rios patol?gicos como eu fui at? os 18 anos quando finalmente percebi que a felicidade do encontro compensa vastamente as dores do desencontro e a partir da? passei a conviver com mais gente.

Ainda hoje passo mais tempo sozinho que acompanhado, at? quando estou cercado de gente :) Mas n?o ? uma solid?o solit?ria pois sei que os amigos est?o logo al? prontos para um cinema, um papo, uma caminhada.

Nunca tinha notado que v se sentia obrigada a interagir (seja por telefone, FB ou pessoalmente) isso n?o ? mesmo legal. A gente tem que interagir pq tem vontade, pq se sente bem com aquelas pessoas e quando n?o ? assim ? melhor se afastar mesmo para reavaliar se estamos no grupo certo.

N?o que umas pessoas sejam melhores que outras, mas umas tem mais a ver com a gente que outras.

Talvez esteja a? o inc?modo, na escolha de quem “seguir” e quem deixar te “seguir”. Isso ? algo que a gente tem que administrar com muito carinho pois as escolhas erradas acabam nos deixando solit?rios no meio da multid?o…

Creio que essa ?ltima frase ? o ponto central: J? passou o tempo que t?nhamos que escolher nossos amigos geograficamente (as pessoas do pr?dio, do parque, da balada). Hoje podemos encontrar amigos por afinidades de interesse e de personalidade, pessoas com quem nos sentimos ? vontade!

Mas lembre-se de n?o fugir daquelas que te deixam desconfort?vel dizendo o que voc? precisa ouvir mas n?o gostaria :)