Raramente entro em blogagens coletivas ou comemorativas, mas ao ver o post da Lady Bug e lembrando de um post no muito feliz de uma amiga sobre as favelas lembrei que blogueiro tem esta responsabilidade de levantar sua voz (mesmo tmida como a minha) a favor de algumas questes universais e a igualdade uma das mais fundamentais dos nossos tempos!

Hoje dia da mulher… Espero que no s hoje… 

Sei que a maioria dos leitores de um blog como este so visitantes casuais e no fazem idia quem sou eu portanto explico: Sou um humano do sexo masculino, casado, heterosexual… Acho que vale a pena explicar o heteroxexual pois sob este rtulo se misturam as pessoas que simplesmente no tem desejo sexual por outras do mesmo sexo e as que tem medo de ter. Estou no primeiro grupo.

importante dizer isso porque no tenho o menor receio de me "feminilizar" e logo abaixo ficar claro que nada do que tenho a dizer faria sentido se eu tivesse medo de deixar de ser macho.

Eu j fui mulher…

Foi um tempo difcil profissionalmente. Estava sem perspectivas, mas to sem perspectivas que nem mesmo tinha por onde tentar mandando currculos ou fazendo concursos. S me restava trocar de lugar com a minha esposa.

Enquanto a mulher da famlia ia para o trabalho eu ficava aqui lavando, secando, aspirando, varrendo, tirando p, fazendo comida e sem perspectiva de vida.

Foi horrvel! At sonhar que ia ao inferno e encontrava com uma verso andrgina de mim eu sonhei!

claro que h o agravante de estar em um papel para o qual no fui culturalmente preparado e de estar totalmente sem perspectivas (ainda bem que este tempo j se foi faz uns 10 anos), mas me levou a pensar muito seriamente sobre ser mulher.

E da? 

Estou longe, "longssimo", de ser uma autoridade, mas quer saber? No vejo mais diferenas entre homens e mulheres do que entre homens e homens, mulheres e mulheres etc.

Pode ser que a mulher que levanta mais peso levante menos peso que o homem que levanta mais peso, mas no dia-a-dia mais provvel que a mulher supere o homem do que o contrrio meramente porque ela tem que ter mais garra, muito mais garra do que ns para vencer os muros culturais impostos a elas.

Apesar disso elas ganham menos, apanham mais e sofrem discriminaes de todo tipo. Alis, como bem lembrou a Lady Bug, o mesmo vale e se intensifica para pobres e/ou negros.

E da que a gente comemora o que est bem, mas age e reflete (no necessariamente nesta ordem) a respeito do que definitivamente no vai bem.

No dia das mulheres a minha sugesto que todo leitor deste post se pergunte: o que posso fazer para diminuir as discriminaes contra as mulheres? Em seu prprio comportamento e no seu ambiente de trabalho.

T pouco…

Este post t pouco! A gente, ns humanos, ns terrqueos, merecemos muito mais, no entanto o que tenho para dar no momento: meu testemunho e uma convocao reflexo e ao.