A falta que faz a metodologia cient?fica…
Uma pesquisa sobre efeitos de jogos violentos publicada na Time ? um bom exemplo.
Dizer que jogos violentos alteram o funcionamento dos centros de aten??o, inibi??o de emo??es etc ? como dizer que fazer exerc?cios acelera o funcionamento do cora??o.
Concluir ? partir disso que exerc?cio faz mal ao cora??o ? uma fal?cia (falha l?gica).
? importante lembrar que n?s humanos somos animais programados ao longo de milh?es de anos para reagir fisicamente aos desafios (correr, atacar) e que hoje somos expostos a desafios que exigem respostas mentais (compreender, explicar), mas nosso corpo continua se preparando para correr ou atacar quando estamos diante de um problema. ? necess?rio permitir ao corpo o al?vio dessa necessidade. De prefer?ncia atrav?s de esportes, mas jogos virtuais s?o uma alternativa.
A Bianca Rocker me chamou a aten??o para o fato das pessoas acharem que “alterar o funcionamento do c?rebro” ? algo ruim ou talvez exclusivo de jogos eletr?nicos. N?o ?.
Tudo que fazemos altera o funcionamento do nosso c?rebro. Se jogamos paintball ou um jogo eletr?nico violento provavelmente teremos as mesmas ?reas do c?rebro ativadas para atender ?s necessidades do jogo: aten??o mais dispersa para ouvir ru?dos atr?s de n?s e perceber movimentos na ?rea de vis?o perif?rica, menos racioc?nio e mais rea??o por reflexo, menos empatia para n?o vacilar na hora de puxar o gatilho.
? bem poss?vel que algo bem semelhante ocorra em uma partida de futebol e at? no jogo de ping-pong (nesse caso tirando a aten??o que passa a ser muito focada).
Deduzir que exercitar algumas habilidades e capacidades do nosso c?rebro e corpo diminui outras ? mais uma fal?cia ao meu ver.
Pessoalmente estou subjetivamente (pois nunca vi uma pesquisa confi?vel sobre isso) convencido que os jogos virtuais violentos s?o positivos para a grande maioria das pessoas, s? n?o s?o melhores que os jogos reais (artes marciais por exemplo) que tamb?m trazem benef?cios f?sicos.
A prop?sito h? pessoas t?o pac?ficas que s? conseguem atender ?s suas necessidades instintivas de resposta violenta ?s dificuldades em ambientes virtuais onde sabem que n?o est?o realmente ferindo ningu?m.
Por tudo isso acho a mat?ria da Vexame, digo Exame sobre a influ?ncia dos jogos violentos em nossos c?rebros muito ruim, p?ssima mesmo.