Em 2005 mais ou menos algum criou o orkuticcio, agora venho reivindicar a inveno do assassirkutinato ;-)

Tive vontade de fazer um na semana passada, mas sou um sujeito direito e no h meio lcito de assassirkutinar os outros assim como no h como assassinar algum sem cometer um crime.

Depois de reclamar, espernear e criticar o Orkut resolvi que no importa se os meus amigos gostam de se reunir no bar mais xul e fedido a xixi. Gosto deles ento fui usar o Orkut.

Entrei l e fiquei at animado ao constatar que ele agora mostra em nossa pgina inicial as novidades das pginas dos amigos. Puxa, assim at d para entrar, ver se algum postou novas fotos no espao ridiculamente pequeno que ele oferece por exemplo.

Fui olhar cada novidade e vi que uma amiga tinha colocado fotos com frases do tipo “abaixo as atualizaes” e “o que est achando das minhas atualizaes?”

P, sacanagem ficar postando coisa nada a ver s para pixar a pgina dos amigos.

Fui l e disse que achei as atualizaes dela meio bobinhas, mas que no geral eu estava gostando das dos outros amigos.

Eu no devia ter falado “meio bobinhas”… A guria ficou brava, veio dizer que ela fazia do tempo dela o que queria, que bloqueava a caixinha de novidades no Firefox e deixou bem claro para mim que ela s usa o Orkut para besteiras.

Tem gente que acha divertido se alienar, eu acho enfadonho! Comecei e me lembrar melhor quem era a moa e percebi que apesar de saber de onde nos conhecemos nunca tive um papo inteligente com ela e no fazia idia do que ela fazia ou tinha a oferecer ao mundo. O que aquela pessoa estava fazendo entre os meus amigos?

Arre! Me senti injuriado pelas broncas dela e exerci minha “ranzinice” deletando-a muito embora a sensao tenha sido de um assassirkutinato ;-)

Do episdio tirei uma lio:

Fazer parte dos meus amigos no Orkut ou onde quer que seja um privilgio! Se a pessoa est l saiba que algum com quem me importo muito ou que admiro muito. Sem meios termos!