Poucas coisas so mais importantes que livros e, para ter novos livros, temos que ter novos autores.

Fui ao Centro Cultural do Movimento Escoteiro atendendo ao convite que uma vizinha colocou no elevador para o lanamento do seu primeiro livro.

A gente tem dificuldade em imaginar as crianas virando adultos e esse o caso. Elisa muito jovem jovem e lembro dela ainda criana, claro! Bem, no entanto no devemos cometer o erro de subestimar os jovens, afinal quem tem o mnimo de ateno percebe que so eles que tem as mentes mais livres e o bom escritor j se revela na infncia.

Comprei “Pelo Mundo”, peguei a dedicatria, fui ler num caf prximo e gostei do que vi!

uma coletnea de pensamentos, poesias e breves crnicas escritas desde seus onze anos.

O que vi foi uma mente inquisidora, curiosa e madura para a idade, traos que chamam a ateno e nos deixam na expectativa de ver a autora se aventurar por obras mais longas.

Gostei especialmente do seu estilo para crnicas. Tem ritmo, so ricas em imagens e transitam por questes bem interessantes.

Espero curioso que ela continue investindo na literatura.

Imagem: trecho do livro de Elisa Niskier