Meus pais n?o me batizaram para que eu pudesse escolher a minha religi?o.

Aos 6 anos conheci uma freira franciscana e me apaixonei pelo Cristianismo.

Aos 11 anos me batizei e me deram aulas sobre essa que seria a minha religi?o… Me decepcionei profundamente e fui ler a B?blia o que s? aumentou a decep??o.

Passados 33 anos fui me afastando de todas as religi?es a ponto de de auto-declarar ateu (o que n?o ? 100% preciso) apesar de achar que as religi?es ainda s?o importantes para ajudar muitas pessoas.

Por outro nos ?ltimos dois anos me convenci que o fundamentalismo religioso parece ter se organizado para destruir definitivamente tanto a ci?ncia quando as religi?es. Em vez de procurar moderniz?-las e reaviv?-las as diminuem tentando impor seus textos antigos como verdades absolutas.

Somente a arrog?ncia sem limites pode crer que algum humano atingiu alguma verdade absoluta importante.

Hoje estou dividido entre a necessidade de salvar o Cristianismo e a defesa da raz?o.

N?o que eu tenha alguma import?ncia nesse quadro, sou apenas uma voz perdida na multid?o, mas cada um de n?s deve decidir que voz assumir?.

Foi por isso que decidi ler a B?blia mais uma vez, para tentar renovar minha vis?o dela e reconstruir meus argumentos.

Estou impressionado como h? incoer?ncias que eu n?o havia percebido como Abra?o mentindo para os eg?pcios que sua esposa era sua irm? para obter favores em troca do sexo com ela. E mal comecei a l?-la e nem estou me preocupando em tentar encontrar verdades cient?ficas nela.

Existe um grande problema para a sobreviv?ncia do Cristianismo na insist?ncia em tomar a B?blia como texto absoluto e inquestion?vel.

Essa ? uma situa??o cr?tica que pode provocar muito mais do que os discursos violentos que vemos contra a raz?o, muito mais do que o ass?dio a nossas crian?as para afast?-las do questionamento e da l?gica.

Esse post ? uma reflex?o incompleta. Senti que precisava compartilhar minhas d?vidas. Espero ter um post mais ?til para escrever em alguns meses :-)