Esta semana me assustei com uma propaganda na TV da organiza??o Eu tenho F?.

Algumas personalidades famosas falavam em direito e liberdade religiosa.

Se voc? olhar a nuvem de tags aqui ao lado do post ver? pelo tamanho da palavra humanismo que n?o devo ver as religi?es com muitos bons olhos e ? verdade.

A primeira coisa que me ocorreu era que se tratava de mais um movimento para impedir o ensino de ci?ncias para as crian?as ou impor ? sociedade um determinado sistema de cren?as.

Convenhamos que, apesar dos ateus militantes de plant?o, os grandes inimigos das religi?es hoje s?o outras religi?es que demonizam alguma ou algumas das concorrentes na disputa por seguidores.

Hoje finalmente visitei o site da Eu Tenho F? e fiquei muito feliz com o que vi.

L? estavam grupos esp?ritas e diversos matizes de tradi??es afro-brasileiras, juda?smo e outras v?timas da demoniza??s por outras religi?es mais vorazes.

Pode parecer ? primeira vista que sou contra as religi?es, mas n?o sou. Eu me oponho ao fanatismo que procura impor o seu sistema de vida aos demais.

Uma religi?o deve ser ?ntima e pessoal, uma forma de conex?o a algo superior, a uma meta ut?pica que desejamos alcan?ar com nossa mente, moral e esp?rito, nunca um cajado para rebaixar os outros diante do deus superior que inventamos para n?s mesmos. J? falei extensamente sobre isso na s?rie de posts Em Busca do P?.

Em termos pr?ticos muitos me chamariam de ateu e justamente por isso gostaria de deixar declarado publicamente o meu apoio a esta iniciativa que, ao que tudo indica, sugere n?o o eufemismo da toler?ncia religiosa, mas a admira??o e perplexidade diante da beleza da nossa diversidade de formas de compreender nosso universo.