slumdog-millionaire
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • Gmail
  • Tumblr

Ser? um desafio falar sobre esse filme resistindo a tenta??o de revelar a trama, mas pode continuar lendo pois continuarei fiel ao meu compromisso de permitir que voc? saboreie cada reflex?o que ele inspira.
Slumdog Millionaire n?o ? um filme sobre o preconceito contra um rapaz favelado que consegue responder todas as perguntas de um programa de perguntas e respostas, despertando preconceito e desconfian?a.

Slumdog Millionaire ? uma visita perturbadora ao cotidiano das pessoas que vivem ? margem da sociedade em pa?ses que est?o ? margem da civiliza??o como o Brasil.

A primeira pergunta que o filme nos faz ? se o rapaz trapaceou, teve sorte, sabia as respostas ou se o destino estava escrito. Esse ? o pano de fundo da hist?ria. ? um belo pano de fundo que transita pelo amor, amizade e perseveran?a. Uma bela hist?ria de vida.

Pensando melhor, talvez para muitos essa seja a trama central do filme e por isso poucos o classifiquem como um filme pesado, muito pesado.

O que voc? ver? em um roteiro impec?vel de Simon Beaufoy (guarde esse nome) ? a hist?ria de um garoto muito parecido com os que encontramos aqui mesmo nas ruas e favelas do Brasil e junto com ela a hist?ria de uma ?ndia (ou um Brasil, uma It?lia, uma Inglaterra, um Estados Unidos…) que estamos acostumados a ignorar.

Fechar os olhos para os n?dulos que impedem que a Terra seja um planeta desenvolvido n?o ? uma forma para resolver nossas problemas.

Nesse sentido Slumdog Millionaire ? um filme que aponta para frente ao olhar para o agora sem pudores. ? obra obrigat?ria para quem est? vivo.

O final reserva uma surpresa agrad?vel que d? um contraponto otimista que foi a gota d’?gua para me arrancar l?grimas.