“Esse o Antonio gente, ele foi um dos primeiros a vir para c”

O Antonio cumprimenta um pouco timidamente os outros e pega um suco para beber.

Cada um ali vinha de um lugar, Rssia, algum daqueles pequenos pases da frica, Bali e tinha at um brasileiro como o Antonio. Todos da Terra e curiosos a respeito daquele novo mundo que o Antonio foi um dos que ajudaram a desbravar e colonizar.

Alis colonizar no bem o termo, aquele mundo foi praticamente todo moldado por ns, humanos.

Papo de mesa de bar naturalmente catico. Falou-se de mulher, dos ltimos escndalos polticos, de economia e de cinema. Vez por outra surgia um papo paralelo quando alguns descobriam fazer parte da mesma tribo de fico cientfica, fantasia ou trabalho. Antonio teve que se afastar por alguns minutos para atender um cliente que o chamou pelo comunicador (j no h mais telefones).

Quando ele voltou respondeu aos olhares curiosos “, mais um querendo se estabelecer aqui, j providenciei a reserva de espao”.

Este o trabalho do Antonio, ele um tipo de construtor de espaos no Novo Mundo, mas nem todos conseguem se adaptar e acabam voltando Terra.

Por um tempo o papo se desvia para as aventuras dos que se lanam empreitada de construir um outro mundo.

Antonio j havia trabalhado na Terra por muitos anos, a maior parte do tempo atrs de uma mesa no escritrio de uma multinacional como a maioria das pessoas da classe econmica dele, mas agora at as classes D e E estavam sendo atradas para fora da Terra.

Um dia ele teve azar, a multinacional se retirou do pas dele deixando-o beira da falncia, mas isso depois de mostrou positivo afinal ele j no tinha nada a perder ento arriscou deixar a Terra. 

Afinal o trabalho no velho mundo praticamente cheirava a estagnao e mofo, como os nobres cobertos de p branco dos tempos do mercantilismo e quem no desejava deixar a Terra e se lanar nas vastas cidades que se estendiam ao redor deles enquanto conversavam ao menos tinha curiosidade.

claro que n havia uma frmula para dar certo naquele lugar, o segredo l era ter idias, algum tipo de contedo que chamasse a ateno de alguma das infindveis tribos que transitavam por l, no entanto o conceito de contedo muito relativo quando mesmo pequenas tribos contam com centenas de milhares de participantes.

No final do papo – ainda era dia, o sol iria se por em uma ou duas horas – Antonio disse que tinha que ir e se levantou pensando que talvez existisse um segredo para se dar bem l: mergulhar de cabea como quem resolve deixar a velha vida para trs e criar uma nova realidade.

Ele desligou o monitor, abriu a porta saindo do cyberespao e voltado Terra para dar um passeio no jardim da sua casa em uma cidade do interior de um pas qualquer.