Imagem: Will van Wingerden

Hoje ? anivers?rio da Cl?udia Mello e naturalmente me vejo diante de um gigantesco desafio: descrever em palavras como ela ?, foi e ser? sempre parte essencial do mundo para mim.

E j? come?o mal pois ela ? muito mais importante do que uma pessoa essencial para mim.

Para falar a verdade nem tenho esse desvio t?o comum de foco que centra tudo em n?s.

Se voc? realmente ama algu?m aprecie o seu voo.

Felizmente a Cl?udia decidiu voar junto comigo.

At? aqui sempre fomos meio ousados e voamos por regi?es turbulentas, mas a Cl?udia sempre faz al?m do seu m?ximo para trazer os outros para fora dos ventos perigosos com altos custos para ela mesma. Eu n?o seria t?o humano… Essa ? uma das muitas coisas que aprendi com ela.

E hoje ela faz anivers?rio.

Est? triste. 2016 mant?m o padr?o de v?rios anos cada vez mais turbulentos, tanto para o mundo em geral, quanto para nossas vidas pessoais e dos nossos amigos.

At? mesmo na tristeza aprendemos com a Cl?udia que encontra for?as para abrir suas asas ainda que estejam chamuscadas, pesadas pelo gelo ou exauridas de voar contra o vento e, com olhar resoluto, al?a voo novamente.

O mundo est? mudando… Podemos sentir isso muito al?m das brisas, dos murm?rios das ?guas como no in?cio de Senhor dos An?is, podemos ver em cada tela que nos conecta, em cada TV, em cada rede online ou offline, no cinema e no marketing e podemos ver isso nos olhos de pessoas como a Cl?udia… Uma ra?a de mutantes capaz de fazer a transi??o entre o mundo que afunda nos estere?tipos do passado e o novo mundo com liberdades assustadoras.