– T?, ent?o voc? acha que ? s? fazer uma reforma na educa??o, n??

A barba mal feita d? pista de que o rapaz passa dos 20, mas a magreza, a postura e o jeito de vestir faz com que pare?a quase um adolescente, principalmente pelo brilho questionador que ainda arde em seus olhos.

A mesa est? cheia de rapazes e mo?as bem parecidos com ele, mas neste momento a tens?o do debate se concentra na dupla completada por um outro jovem com uma apar?ncia bem mais asseada que responde prontamente.

– Claro! Precisamos de um ensino profissionalizante e com mais autoridade e disciplina!

Na mesa uns narizes se torcem, outros balan?am para cima e para baixo junto com as cabe?as que balan?am afirmativamente.

– A quest?o ? justamente essa, p?! A cultura t? uma merda ent?o o que te faz pensar que a gente tem cultura para pensar em uma cultura que funcione? Ser? que ? de rigidez ou de flexibilidade que precisamos? De prepra??o t?cnica ou conhecimento subjetivo e cr?tico que nos torne mais aptos a votar e participar da democracia?

– Olha s?, o cidad?o comum n?o tem cultura, mas a gente tem! As classes mais cultas podem guiar a plebe ignara para um pa?s melhor! O problema ? que esta plebe ignara tem votado atrapalhando a democracia e isso foi destruindo o governo que hoje s? tem pol?tico ignorante eleito por ignorantes.

– …

– N?o vai falar nada?

– N?o… Da ?ltima vez que andaram falando como voc? e pessoa como eu discordavam um subia ao poder e o outro sumia… Melhor ficar calado.