Frequentemente me pergunto se a verdadeira maturidade vem quando aprendemos a questionar e olhar o mundo sob outros pontos de vis?o, quando descobrimos que temos o poder de, conscientemente, moldar nossa personalidade e at? o modo que entendemos e percebemos o mundo descobrindo novas realidades que nos permitem ser livres para mudar.

A filosofia, t?o esquecida em nossos tempos, ? a chave para este questionamento.

Como diz Gaarder em O Mundo de Sofia “o universo ? um coelho e o fil?sofo ? a pulguinha que vai para a pontinha dos seus pelos enquanto as outras ficam bem grudadas na sua pele”. N?o ? literalmente isso, mas esta ? a id?ia.

Queremos que nossos filhos sejam pulgas na ponta dos pelos do Universo? Bem, se queremos que eles sejam livres n?o h? muita alternativa. Principalmente num tempo de r?pidas mudan?as de paradigma.

Infelizmente a filosofia ? t?o esquecida que, apesar de encontrarmos facilmente centenas de t?tulos que ensinam as crian?as a se agarrar em dogmas religiosos e abandonar a id?ia de questionar o universo, s? consegui pensar em dois t?tulos de filosofia para jovens e adolescentes.


O primeiro ? famoso, pode ser uma leitura um “pouquitinho” complexa ? primeira vista, mas sua estrutura romanceada e a fluidez com que a hist?ria e questionamentos da filosofia s?o expostos o torna um livro at? muito divertido.

O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder conta a instigante hist?ria de Sofia e uma s?rie de cartas enviadas a ela para que uma outra menina possa l?-las, coisa que ela n?o entende a princ?pio como pode ser, mas aos poucos tudo vai se esclarecendo.


J? o segundo livro, Filosofia para Crian?as e Adolescentes, eu n?o li. Achei-o na bienal do Livro e folheei.

Meus instintos dizem que ele vale a pena, principalmente por ser direcionado aos professores. Imagino que pais dedicados possam se valer dele para iniciar com os filhos uma jornada pela filosofia.

Nos outros posts tenho procurado indicar um cl?ssico naquele estilo e acaba de me ocorrer que Alice no Pa?s das Maravilhas ?, em muitos aspectos, um livro de filosofia para crian?as.

Mais uma vez notei a dificuldade em achar uma boa edi??o e acabei decidindo sugerir duas publica??es mais voltadas para os adultos que, compreendendo melhor as duas principais obras de Carrol (tem Atrav?s do Espelho, n??) podem l?-las para os filhos pequenos ou debat?-las com os “menos pequenos”.


  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • Gmail
  • Tumblr

 

 

 

 

 

 

Este amarelo ? um sonho de consumo meu que praticamente j? li de tanto folhear, mas acabei sempre deixando para depois. Aconselho. O segundo conhe?o apenas por alto.