Ontem foi dia da visibilidade bissexual.

Se voc me acompanha aqui ou em qq outra rede j deve ter notado que considero que o uso de esteretipos para descrever as pessoas simplesmente no funciona mais.

Se que funcionou um dia… Provavelmente no.

Diante disso voc pode at pensar que acho que devamos simplesmente abandonar o foco nesses rtulos: bi, homo, hetero, sexualpanz. Devamos at parar com essa infantilidade de usar a sexualidade para rotular pessoas.

. Devamos. Mas em um futuro utpico.

Por hora quem se descobre com padres sexuais e de gnero diferentes dos considerados “normais” sofre. E bastante.

A propsito, quem se encaixa nos padres tambm sofre porque sempre h a preocupao “ser que estou no padro? Minha nossa! Vesti uma camisa “errada” para meu sexo…”

vital que tenhamos muitos momentos de visibilidade, de reflexo.

Aqui vai um post mais ou menos aleatrio que o Google achou para mim e li superficialmente.

(In)visibilidade bissexual