Acho que o #n?ovaitercopa sofre uma certa s?ndrome de Gandalfo.

Vejo uma galera criticando essa palavra de ordem como se ele fosse o que coloca a Copa em risco quando na verdade ela ? duas outras coisas:

  1. Um sintoma das coisas que realmente podem causar um fiasco;
  2. Den?ncias do que est? errado desde o princ?pio.

 

Quem quer Copa devia estar com a aten??o voltada para pol?ticos, empreiteiras e seus sat?lites.

Sim, tem gente amea?ando sabotar a Copa tamb?m (at? agora n?o fizeram nada). Dizem que v?o paralisar transportes e infraestrutura para ajudar a atrapalhar.

T?, isso seria ruim de v?rias formas, afinal quem tinha que meter a m?o em grana il?cita j? ter? metido e s? o pobre infeliz que pagou para ver a Copa ? que vai perder.

Por outro lado at? que ponto pode-se pedir bom senso quando os cavaleiros negros est?o invadindo a cidade e o Merry e o Pippin acham que os outros n?o podem estragar a festa? Uma festa que n?o ? para quase ningu?m na cidade?

Adendo (27/05/14)

Falei acima que “quem tinha que meter a m?o em grana il?cita j? ter? metido” e, dias depois uma organizadora local da Copa usou o mesmo argumento para convidar todos a serem c?mplices da corrup??o. Decidi ent?o colocar aqui meus coment?rios sobre isso para ningu?m achar que concordo!

Aqui est? o que a mo?a disse: “O que tinha que ser gasto, roubado, j? foi

Meus coment?rios:

Vejo diferente. Quem queria um bom espet?culo devia ter se juntado aos protestos desde o come?o para evitar que a roubalheira e incompet?ncia nos deixasse com est?dios e aeroportos incompletos, transporte ? beira do caos, uma popula??o que se sente exclu?da da copa e do governo a ponto de ser facilmente conduzida ? barb?rie dos linchamentos.

No final das contas ainda se dir? na imprensa internacional que, apesar dos avisos populares atrav?s de protestos a sociedade brasileira mostrou ainda n?o ter maturidade para exigir transpar?ncia e compet?ncia da classe pol?tica e empresas.

Democracia ? o que fazemos entre elei??es pois o momento da urna ? o que declaramos que projetos de governo queremos e todo dia temos que cobrar.

Quando a resposta ? nossa cobran?a ? o desprezo e viol?ncia de Estado cria-se a linguagem da revolta que responde viol?ncia com viol?ncia.

Imagem: Gandalfo, o agourento – Fonte Cinema10