A maioria que chega aqui n?o me conhece ent?o acho que vale informar para colocar em contexto: estou gordo e decidi que preciso mudar minha alimenta??o e rotina de exerc?cios porque comecei a ter pequenos problemas f?sicos.

Quanto mais estudo sobre o que devia comer, como devia me exercitar, mais me surpreendo como temos vivido em um tipo de mundo virtual onde o que comemos n?o ? alimento de verdade, o que sonhamos n?o ? para n?s, o que fazemos ? ef?mero.

? como se a realidade tivesse perdido a cor e as coisas importantes tivessem se perdido. Fonte - Bansky
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • Gmail
  • Tumblr

? como se a realidade tivesse perdido a cor e as coisas importantes tivessem se perdido.
Fonte – Bansky

Esses dias ouvi o Neil Gaiman falando para uma turma de formandos em arte: aconte?a o que acontecer, fa?a boa arte.

Isso me faz pensar em fazer uma boa vida, uma vida com sentido, com coisas reais e n?o uma em que perseguimos sonhos que n?o s?o nossos, com alimentos para o corpo e para a alma que realmente os alimentem e n?o que os fa?am inchar dando-nos a impress?o de que estamos plenos quando nos falta sentido como diz uma crian?a no filme mais abaixo.

No meio desse mundo de est?mulo em que vivemos influenciando-nos a fazer um monte de coisas que parecem ser nossos desejos tenho visto cada vez mais gente dando alertas sobre nossa alimenta??o e necessidade de exerc?cios.

Esse filme apela para o nosso lado emocional, mas os dados s?o os dados. As quantidades de gordura e a??cares que s?o colocados nos produtos industrializados para se aproveitar do fato de que n?s temos uma tend?ncia a nos viciar nessas coisas.

O document?rio tem 1h23minutos, mas acho essencial! Assista, voc? ver? que a culpa de comer errado n?o ? s? sua, mas lembre-se que, no final das contas, voc? manda! Saber da dificuldade externa s? significa que voc? tem que usar mais for?a de vontade.
[vimeo]57459272[/vimeo]