Um dia isso teria que acontecer comigo no Facebook n?? Um coment?rio meu foi apagado. Foi por causa da foto acima que insisto em utilizar. J? vou explicar por qu?.

Primeiro segue o coment?rio pois acho uma pena perd?-lo, n?o ? nada demais, nada brilhante, mas pode ser ?til.

Menores de idade, favor apresentar aos seus respons?veis antes de ver, ok?

As regras da nossa sociedade determinam que voc?s n?o podem saber como ? o sexo, muito embora possam saber sobre um monte de coisas horr?veis sobre tratar mal mulheres, crian?as, negros, nordestinos, pobres…

Dito isso…

A? est? uma pergunta que devemos nos fazer: porque a TV n?o pode falar como as pessoas falam? Agir como as pessoas agem? Abordar certos problemas que as pessoas enfrentam?

A cena n?o tem nada de anormal, ? sexo como provavelmente 80% das pessoas faz, s? que esse ? um prazer proibido, o sexo. Ningu?m fala em como gosta de sexo, t?, quase ningu?m e certamente menos gente ainda logo no primeiro papo:

? Oi, sou o Roney, adoro transar fazendo o candelabro espanhol, e voc??

Gosto da ideia da arte retratar o mais fielmente poss?vel a realidade quando for essa a proposta.

A pol?mica chegou a mim pelo post A cena da s?rie Girls que chocou e o verdadeiro sexo que n?o se v? nas telinhas no blog Manual do Homem Moderno.

O link acima tem o v?deo com a cena pol?mica.

N?o assisto a s?rie, mas j? me disseram que ela tem coloca??es muito mais complexas.

Quando duas pessoas come?am a explorar seus corpos, quando algu?m come?a a explorar o pr?prio corpo solitariamente, ? natural sentir vontade de experimentar diversas sensa??es, regi?es e formas de sentir o pr?prio corpo, o do outro e as emo??es dessa entrega m?tua ou solit?ria.

Imagine quantas pessoas se sentiram “erradas” por ter vontade de fazer alguma coisa?

Esse mal estar com o pr?prio corpo com certeza ? raiz de muitos outros problemas que acabam se desdobrando em outros e n?o falo apenas na agress?o di?ria em busca de um modelo de corpo virtual (criado em Photoshop) sacrificando nossas atividades mais b?sicas como o prazer de comer impondo-nos a fome para ter um “bom corpo”.

Essa dissocia??o entre os nossos desejos sexuais e a sexualidade moralmente idealizada nos afasta da realidade e de uma das formas de uni?o mais puras que ? a de duas pessoas que viajam nos seus corpos e almas em busca de prazer m?tuo.

Isso n?o ? recente. Na gera??o dos meus pais, e talvez dos meus av?s (d?cadas de 50 e 30 do s?culo passado mais ou menos) tinha a esposa para casar e a amante para a cama pois a uni?o de dois corpos de acordo com nossos instintos era vista como suja, errada, perversa.

H? quanto tempo existe a express?o “Uma princesa na mesa, uma prostituta na cama”?

Envolver o sexo e a sexualidade em tabus n?o faz bem.

Algu?m dir? que a ind?stria pornogr?fica segue pelo lado oposto fazendo da mulher um mero objeto de prazer e, de um modo geral, ? verdade. S? n?o ? o caso dessa cena de Girls e, vou assistir para conferir, tamb?m n?o parece ser o caso da s?rie como um todo.

Vou acrescentar uma outra imagem da s?rie aqui para que esse post possa ser compartilhado no Facebook, mas no meu blog fica a imagem que eu quero ;-)

Wallpaper da s?rie Girls. Fonte: King of Flat Screen

Wallpaper da s?rie Girls. Fonte: King of Flat Screen

Site oficial da s?rie: Girls