Apareceu na minha Timeline: Passeata pede volta da escravid?o no Brasil.

Todos sabem que essa mat?ria ? uma ironia, n?? Melhor garantir pq tem gente que acredita em tudo que l? e faz papel de rid?culo.

Dito isso…

Resolvi aproveitar para rascunhar um monte de ideias que veem me cercando tem uns anos ;-)

A ironia ? prop?cia. Ainda hoje compartilhei um artigo sobre como estudar as redes de ?dio pelos seus reflexos no Facebook (se n?o achar na minha TL vai no bit.ly/clippingRoneyb) e faz muito tempo que me pergunto: para onde estamos indo?

Na verdade as pessoas me pagam para perguntar isso junto com elas e estabelecer alguma metodologia para ficar atentos aos movimentos dessa nossa civiliza??o cada vez mais cyber.

Mas vou comentar rapidamente de gra?a pq compartilhar est? na minha ess?ncia mem?tica ;)

Tudo parece muito ruim…

Vemos at? em amigos pr?ximos a apologia ? viol?ncia e ? vingan?a como formas de atingir a paz e a justi?a, vemos preconceitos de etinia, g?nero e cultura encontrando eco, o medo e o ?dio em rela??o ao outro tamb?m se infiltra em quase toda conversa, ataca-se abertamente o conceito de direitos humanos ao demonizar certas pessoas…

Caracter?sticas do fantasma do fascismo que parece ser um tipo de dem?nio que assombra nossa esp?cie.

A quest?o ?: ele est? l? para nos derrubar fazendo nossa civiliza??o se extinguir em guerras entre irm?os ou para nos ajudar a ver como esses sentimentos s?o negros e desumanos?

Nada disso ? novo. J? vimos isso dezenas de vezes em outros per?odos hist?ricos e sempre conseguimos reagir ao dem?nio nos aproximando mais de Deus.

Sei que isso pode soar estranho saindo do teclado de um ateu e agn?stico, mas creio que, met?fora ou realidade, todos entender?o o que quero dizer. S? pe?o aos amigos que acreditam em Deuses que n?o levem muito literalmente o que estou dizendo, ok? N?o estou sugerindo que, caso voc?s estejam entre os que se alegram ao saber de um linchamento, que torcem pelo retorno da ditadura militar etc. est?o condenados ao Inferno. Eu duvido que exista um inferno… Mas voc?s est?o sim a servi?o de um tipo de dem?nio e, se realmente acreditam em Deus, devem observar a hist?ria passada e ver de que lado est?o se colocando. Se a sua f? est? correta voc? pode estar diante do pior futuro a que um ser vivo pode estar fadado…

O que acho que estamos vendo ? mais um per?odo em que as estruturas de poder e comunica??o estabelecidas se tornaram obsoletas, mas ainda n?o foram estabelecidas novas.

? um per?odo de caos em que o fascismo (ou o dem?nio se preferir) nos penetra atrav?s das frestas criadas por nosso medo e perplexidade diante do ch?o que some sob nossos p?s.

A prop?sito ? por pensar assim que n?o me afasto sumariamente de todos amigos que vejo contaminados pelo medo que leva ao ?dio. Acredito que essa n?o ? a ess?ncia de todos eles… Mas ? claro que prefiro a companhia de pessoas que tem mais amor que ?dio, n??

J? passamos por tudo isso antes.

Dessa vez ? diferente. Pode ser o fim da nossa inf?ncia (sim, isso ? uma refer?ncia a C. Clarke) pois nunca tanta gente esteve t?o conectada, nunca fomos capazes de ver o Cosmos com a clareza que vemos hoje retirando praticamente todos (se n?o todos) os v?us que criaram as bases das cren?as antigas (de onde viemos, quem somos …)

Muita gente diz que ? a mesma coisa de sempre. N?o ?. A gente sente isso nos ossos, percebe que estamos diante de algo in?dito. At? mesmo a maioria dos que dizem que “nada mudou” denunciam em um leve tremor na voz, numa sutil escolha de palavras, que tem d?vidas.

?… Mas a gente sempre tem d?vidas quando olha para o mundo no meio da tempestade… N?o d? para ver muito longe e, emocionados, nossa raz?o fica comprometida. N?o somos Vulcanos (ainda pelo menos).

S? que o mais importante n?o ? saber se ? in?dito, o importante ? saber se estamos cedendo ao dem?nio ou se estamos abrindo nossos olhos diante da amea?a que ele representa e da forma que seduz outras pessoas, nossos amigos, pessoas p?blicas e… bem… A n?s mesmos.

Quando olho para a nossa produ??o cultural (sim, incluindo beijinho no ombro e Big Brother) o que eu vejo ? a perplexidade diante do ?dio e n?o a sedu??o por ele.

No momento que as coisas acontecem n?s fazemos e dizemos o que os dem?nios querem, mas l? no fundo a maioria de n?s percebe que aqueles s?o sentimentos e ideias ?cidas que nos corroem, que destroem o futuro e a pureza das nossas crian?as.

A humanidade vai superar mais essa! Tenho quase certeza. Por f?, ? verdade, mas tamb?m pela an?lise das evid?ncias.

No entanto h? um alerta a ser dado: o futuro nunca ? garantido, em per?odos de caos como esse as coisas se mexem como cabos de alta tens?o partidos. A nossa falta de f? na humanidade age muito mais a favor do caos do que do amor. Ali?s devia ser meio ?bvio que o esc?rnio e desprezo pela humanidade alimentam ?dio e n?o amor, mas n?o ?… Por isso deixo esse alerta sussurrado em um texto longo demais para ser lido at? aqui: ser bom ? f?cil, dif?cil ? resistir ao mal…

Imagem: Orestes e as F?rias