Cem autores que me marcaram… Ops, digo, quinze!

Imagem: 16 great writers Snubbed by the Nobel Prize

Olha as coisas que a Vivi Maurey me arranja… Nos provocou lá no FB a listar 15 dos autores que mais nos influenciaram.

Fossem 15 que nos influenciaram seria fácil, mas o “mais” complica tudo!

Tenho que dizer que é mentira que sou o padrão de pessoa culta, que leu filósofos e grandes autores. Tenho certeza que muita gente tem essa impressão, mas não suporto me fazer passar pelo que não fui.

Eu era adolescente em plena ditadura. Filho de militar. Morador de Copacabana. Estudante de colégio de classe alta.

Isso significa que a alta cultura passou longe da minha infância e somente lá pelos 20 anos fui ler algumas coisas melhores, conhecer alguns filósofos.

No entanto, agora com 50 anos, já tive tempo de me aproximar de alguns grandes autores.

Com isso não quero dizer que os pequenos são… Aliás, sequer quero dizer que há autores pequenos, essa classificação, já andei comentando várias vezes, não me desce.

O que vejo são escritores que, pela forma como lapidam as palavras ou a história, nos levam a regiões totalmente fantásticas da nossa consciência enquanto os que são considerados “pequenos” se dedicam mais a contar boas histórias de formas que o máximo de pessoas possam aproveitá-las.

Os dois grupos são essenciais.

O primeiro é para os louco, os fracos, os fortes que desejam deixar de sentir o chão sob os pés e o segundo grupo leva as mesmas coisas de formas mais leves a muito mais gente. A cultura se enfraquece quando um dos dois grupos se obscurece.

Sem mais atrasos, vamos à minha lista!

  1. J.R.R. Tolkien
  2. Neil Gaiman
  3. Fynn
  4. Isaac Asimov
  5. Jorge Luis Borges
  6. Fernando Pessoa
  7. Arthur C. Clarke
  8. Virginia Woolf
  9. Leon Tolstoy
  10. Shakespeare
  11. Cruz e Souza
  12. Antônio Torres
  13. Machado de Assis
  14. Arthur Conan Doyle
  15. Jorge Amado

Estou vendo agora que realmente não parece que sou inculto, né? Mas veja bem, li a maioria dos autores “pequenos” que vc pensar como J. K. Rowling, Veronica Roth, Suzanne Collins e outras. É que não acho que nenhum deles tenha trazido alguma influência ao meu estilo de escrita ou forma de ver o mundo.

Ah! Considerei apenas escritores de literatura, portanto gente como Manuel Castells saiu.

Quase tirei Neil Gaiman para colocar Umberto Eco.

Jorge Amado me influenciou muito, mas não estranhe se me ouvir falando mal dele hehehehe! O estilo literário me encanta, mas suas histórias não me agradam muito.

Julio Verne e Terry Pratchett também mereciam estar na lista…