Mito da imutabilidade

Em outubro de 2003 confessei aqui mesmo no blog que gostava dos seriados “Xena, a princesa guerreira” e “Buffy, a caa vampiros“, entre outros. Na ocasio s queria mostrar que todo mundo, ou pelo menos eu, gosta de alguma coisa boba, mas no caso dos dois seriados trash acima h um pouco mais do que isso.

A maioria dos seriados nos apresentam um mundo congelado onde nada muda: os lugares no mudam, os personagens no mudam muito mais do que o penteado ou a roupa.

No que eu no goste de Friends por exemplo! Pelo contrrio! Me divertia bastante com o seriado! Mas me assusta um bocado esta crena da imutabilidade. H quem diga que a Disney foi um dos expoentes desta crena.

No processo de crescimento os maus se tornam bons, os bons se tornam maus, os fortes tem momentos de fraqueza e os fracos encontram a fora. Os ingnuos despertam e alguns maliciosos se deixam converter em tolos. Mas em que seriado vemos isto acontecendo? No em novelas, no nas populares sitcom!

Que me lembre apenas em Babylon 5 temos uma obra realmente consistente neste sentido e, os nos melhores entre os piores temos as duas l de cima: Xena e Buffy.

E juro que isso no somente um esforo para no parecer ridculo ao dizer que gostava dos dois seriados! Hehehe!

2 respostas para “Mito da imutabilidade”

  1. J te disse pra no assumir essas coisas em pblico! O seu gosto por Buffy e o meu pela Lucy deve(ria)m ser mantidos em segredo absoluto!!! Por falar nisso, voc grava ‘En casa de Lucy’ pra mim, n? Aquela mulher tudo de bom! Ai meu deus, o que ser da minha insnia sem Lucy e seus absolutos-inenarrveis-dourados-em-tudo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *